Você sabia que 92% dos proprietários de imóveis acreditam que organizar os móveis pode afetar significativamente o humor e a produtividade?

Por trás dos elegantes sofás, das poltronas convidativas e das prateleiras que contam histórias, há regras ocultas de composição de interiores que orquestram esta sinfonia visual.

Sim, a maneira como você organiza seus móveis pode ser a diferença entre uma casa que parece desconexa e uma que ressoa harmonia, paz e equilíbrio.

Neste post, vamos descobrir os segredos que os designers de interiores usam para transformar espaços comuns em obras de arte habitáveis.

Composição de interiores: como organizar os móveis

Boiserie
Foto: Pinterest – shopltk.com

Sua casa é apenas um amontoado de tijolos, cimento e móveis, ou é um santuário que reflete sua personalidade e suas aspirações?

Aqui entra o maravilhoso mundo da composição de interiores.

Esta ciência artística vai muito além de escolher móveis bonitos e combinar cores de tinta. Envolve a orquestração cuidadosa de inúmeros elementos – forma, função, cor, luz, espaço e textura – para criar ambientes que não apenas pareçam bonitos, mas também sejam funcionais, agradáveis e expressivos.

Embora possa parecer complicado ou inatingível à primeira vista, a composição de interiores não é um privilégio de designers profissionais.

Todos nós temos a capacidade de transformar nossos espaços em expressões de quem somos e do que valorizamos.

Entendendo a importância de organizar os móveis

Pintura geométrica
Foto: Pinterest – wallmur.com

Alguma vez você já se perguntou por que alguns ambientes parecem imediatamente acolhedores e convidativos, enquanto outros se sentem desconfortáveis ou desorganizados, mesmo que estejam limpos e arrumados?

A resposta, muitas vezes, reside na organização dos móveis.

Impacto no humor e na produtividade

A forma como os móveis são dispostos em um espaço desempenha um papel crucial na criação de um ambiente confortável, funcional e esteticamente agradável.

Estudos mostram que um ambiente bem organizado pode aumentar nosso bem-estar mental e emocional.

sala de estar
Foto: Pinterest – inmyroom.ru

Um quarto que promove um sono de qualidade, uma sala de estar que encoraja a interação social, ou um escritório doméstico que facilita a concentração e a criatividade – todos estes têm um impacto profundo em nossa qualidade de vida.

Promoção da saúde física

A organização adequada dos móveis também pode contribuir para nossa saúde física.

A luz natural, a circulação de ar, o espaço para mover-se confortavelmente – estes são apenas alguns dos elementos que podem ser influenciados pela disposição dos móveis e que têm efeitos diretos em nossa saúde.

Como organizar os móveis de acordo com as regras de interiores?

Alguma vez você já se perguntou por que alguns ambientes parecem imediatamente acolhedores e convidativos, enquanto outros se sentem desconfortáveis ​​ou desorganizados, mesmo que estejam limpos e arrumados? A resposta, muitas vezes, reside na organização dos móveis.

poltrona antiga
Foto: Pinterest – thechaindesigns.co.uk

A forma como os móveis são desejados em um espaço de trabalho um papel crucial na criação de um ambiente confortável, funcional e esteticamente agradável.

Confira 6 maneiras de organizar os móveis de acordo com as regras de interiores!

1. Use a regra dos terços

A regra do terço é um princípio básico de composição visual que é amplamente utilizado em diversas formas de arte, incluindo fotografia, pintura e design gráfico.

A ideia é simples: dividir uma imagem ou espaço em terços, tanto horizontal quanto verticalmente, e alinhar os elementos-chave ao longo dessas linhas ou em suas interseções.

Ao fazer isso, você pode criar um equilíbrio visual mais agradável e guiar o olhar do espectador de maneira mais eficaz.

20221130-interior-color-trends-2020-_-brown-caramel-interiors-and-design-696x863

Assim, em vez de posicionar seus móveis no centro ou nos cantos da sala, considere alinhá-los de acordo com as linhas dos terços.

Por exemplo, você pode colocar um sofá ao longo de uma linha dos terços e uma mesa de café na interseção das linhas. Isto cria um equilíbrio visual e faz a sala parecer mais espaçosa e convidativa.

A regra dos terços também pode ser usada ao pendurar quadros ou arranjar estantes.

Em vez de colocar o objeto de foco no meio, tente colocá-lo em um dos terços da estante ou do quadro. Isto cria um ponto focal mais interessante e dá ao arranjo um sentido de movimento e dinamismo.

caramelo na decoração da sala
Foto: Pinterest – castlery.com

As linhas dos terços também podem guiar suas decisões de iluminação e cor. Por exemplo, você pode pintar uma parede em um terço da sala com uma cor diferente para criar um ponto focal. Ou posicionar uma fonte de luz em um dos terços da sala para destacar uma determinada área.

2. O poder da repetição e padrões na composição de interiores

A repetição e os padrões são ferramentas poderosas na composição de interiores que podem trazer coesão e ritmo para um espaço.

A repetição envolve o uso de um determinado elemento de design – como uma cor, textura ou forma – em várias partes de um espaço. Isso pode ajudar a criar uma sensação de unidade e continuidade.

Foto: Pinterest – jellybeangroup.com

Por exemplo, a cor de um sofá pode ser repetida em almofadas, em uma pintura na parede, ou até mesmo em detalhes menores como os livros em uma estante.

Isso cria uma sensação de equilíbrio e coesão no ambiente, ajudando a amarrar diferentes partes da sala.

Padrões, por outro lado, podem adicionar um senso de ritmo e movimento ao ambiente.

Eles podem ser usados para destacar um ponto de foco ou para adicionar uma camada extra de complexidade a um espaço.

3. A influência da cor e textura na composição de interiores

interior-design-with-photoframes-plants

A cor e a textura são dois dos elementos mais influentes na composição de interiores. Elas podem afetar profundamente como percebemos e nos sentimos em um espaço, ao mesmo tempo que adicionam profundidade e interesse visual.

Cada cor tem um impacto psicológico diferente e pode evocar uma variedade de emoções e respostas. Por exemplo, tons de azul e verde são geralmente considerados calmantes e relaxantes, enquanto vermelho e laranja são mais energizantes e estimulantes.

A cor também pode afetar a percepção do tamanho e da temperatura do espaço. Cores mais claras tendem a fazer um espaço parecer maior e mais fresco, enquanto cores mais escuras podem tornar um espaço mais aconchegante e quente.

interior-design-with-photoframes-plants

A textura, por outro lado, adiciona uma dimensão física e tátil à composição de interiores. Ela pode adicionar profundidade e interesse a um espaço, bem como influenciar seu tom e atmosfera.

Materiais ásperos, como madeira não tratada ou tecidos pesados, podem adicionar um toque rústico e aconchegante a um espaço. Enquanto isso, materiais suaves e brilhantes, como seda ou mármore polido, podem dar um toque mais luxuoso e sofisticado.

4. O poder do ponto focal ao organizar os móveis

Todo ambiente precisa de um ponto focal, um espaço que atrai a atenção e em torno do qual os móveis são organizados. Pode ser uma lareira, uma grande janela ou uma obra de arte impressionante.

Arrume seus móveis de uma forma que todos os caminhos levem ao seu ponto focal.

5. Respeite o espaço de circulação

Quanto espaço é suficiente para uma circulação confortável? A regra do passageiro é deixar pelo menos 90 cm de espaço para caminhar.

Evite obstruir o caminho com móveis, o fluxo no ambiente deve ser fluído e intuitivo.

6. Contraste é a chave para organizar os móveis

Brinque com formas, tamanhos e cores. Um sofá grande pode ser equilibrado por um par de poltronas menores. Uma mesa de centro redonda pode quebrar a monotonia dos móveis quadrados.

O contraste adiciona interesse visual e evita que o espaço se torne monótono.

Sua casa, suas regras!

Ao entender a importância da organização dos móveis, podemos tomar decisões de design mais eficientes e criar ambientes que não apenas tenham a ver conosco, mas que também nos ajudem de maneira eficaz e nos fazem sentir bem.

Lembre-se: estas são diretrizes, não regras rígidas. Sua casa, suas regras! 👍

Handreza Hayran é uma escritora de estilo de vida e entretenimento, com grande interesse em decoração de interiores e otimização doméstica.