InícioPiscinaConstrução & ImpermeabilizaçãoPiscina Olímpica e Semiolímpica: Medidas e Manutenção

Piscina Olímpica e Semiolímpica: Medidas e Manutenção

A piscina olímpica e semiolímpica foram especialmente projetadas para a prática de esportes aquáticos e possuem medidas bastante específicas. Competições de saltos ornamentais, nado sincronizado, pólo aquático, natação… são todos realizados em olímpicas. Já as semi-olímpicas, também conhecidas como piscinas curtas, são utilizadas para treinos de natação. Conheça suas medidas oficiais e tudo o que é necessário para atingir seus potenciais.

Essas piscinas estão presentes em praticamente todos os clubes esportivos do país e em vários clubes recreativos. No entanto, tem sido cada vez mais encontradas, também, em residências particulares.

As medidas de piscinas olímpicas e curtas foram estabelecidas pela Federação Internacional de Natação (FINA).

Saiba a seguir as medidas e estruturas necessárias à construção de uma piscina olímpica ou curta.

Medidas da Piscina Olímpica (Piscina Longa)

  • Comprimento: 50 metros
  • Largura: 25 metros
  • Profundidade: 2 metros
  • Volume: mínimo 2.500 m3 (2 milhões e 500 mil litros)
  • Número de raias: 10 (sendo 2 não utilizadas, as de número 1 e 10, para controlar as marolas)
  • Largura das raias: 2,5 metros
  • Temperatura da água: 25°C a 28°C
  • Intensidade da luz: maior que 1500 lux
  • Largura externa das raias 1 e 8 em relação à borda: 2,5 metros

Piscina Semi Olímpica (Piscina Curta)

  • Comprimento: 25 metros
  • Largura: 20 metros (podem variar de 12,5 metros a 22 metros).
  • Profundidade: 2 metros
  • Volume: mínimo 1.000 m3 (1 milhão de litros)
  • Número de raias:
  • Número de raias: 10 (sendo 2 não utilizadas, as de número 1 e 10, para controlar as marolas)
  • Largura das raias: 2 metros
  • Temperatura da água: 25°C a 28°C
  • Intensidade da luz: >750 lux
  • Largura externa das raias 1 e 8 em relação à borda: 2 metros

Construção da Piscina Olímpica e Curta

piscina olimpica underwaterVerifique junto à prefeitura da sua cidade se é exigida autorização para a construção desse tipo de piscina no terreno. Certifique-se sobre os requisitos de canalização e drenagem.

No planejamento, é importante estabelecer o espaço disponível no terreno: isso determinará as dimensões da piscina. Laterais e fundos do lote são os pontos ideais, pois tendem a permitir melhor aproveitamento da área total do terreno.

Além disso, esse é o momento de descobrir como a água entrará na piscina e sairá dela. Se for o caso, contrate empresa especializada em construção de piscinas para definir esses detalhes.

As piscinas longa e curta podem ser construídas com concreto armado, vinil, alvenaria estrutural ou mesmo em fibra de vidro.

É sempre importante que exista marcação de raia no fundo da piscina: ela guia o nadador ao longo do percurso. Se isso não for possível, use raias flutuantes.

Não instale escadas ou bancos submersos junto às raias: eles podem atrapalhar a prática da natação.

Acessórios e Cuidados com a Piscina Olímpica

piscina olimpica mergulhoNão dispense um sistema de iluminação submerso: ele permitirá treinos noturnos. Equipamentos de aquecimento para piscinas também podem se revelar de grande importância nas estações mais frias.

Se o aquecimento realmente for uma opção para a sua piscina, fica ainda mais importante o uso de aço galvanizado em sua estrutura, que evita corrosão por temperaturas mais altas.

Sensores eletrônicos também podem ser desejáveis para competições. Eles cronometram com exatidão a travessia do nadador. Os sensores ficam em placas que são tocadas pelos atletas quando chegam ao final da prova.

Os recintos próximos à piscina, onde ficam os filtros e outros aparelhos de funcionamento, tendem a serem úmidos e com pouca ventilação: mais fatores em favor do aço galvanizado.

O melhor sistema de tratamento da água de piscinas olímpicas e curtas é a ozonização, com adição de bromo: eles mantém o pH natural e evitam infecção dos olhos, irritação das mucosas e cheiros fortes.

Sua manutenção não difere das de piscinas comuns. Quando não for utilizada por longos períodos, ou se quiser retardar a necessidade de limpeza, considere instalar capas de proteção na superfície.

Piscina Residencial Com Raia

Residências particulares já podem contar com uma piscina com raia. Não mais apenas clubes e academias. Basta ter espaço suficiente para a instalação dela e da casa de máquinas.

Medidas da Piscina Residencial com Raia

O comprimento mínimo para uma piscina de raia em domicílio é de 10 m para raia. Isso possibilita a prática da natação. No entanto o número mais adequado é de 12,50 m de extensão.

Assim com 8 etapas feitas, você completa 100 m de natação.

Para evitar transtornos durante a prática da natação, certifique-se de que não haja  nenhum tipo de obstáculo interno nas raias: bancos, escadas, aparadores e outros tipos de barreiras.

No quesito profundidade a piscina doméstica com raias pode variar entre 1,40 m e 2,20 m. E de largura precisa ter o mínimo de: 1,80 m. A marcação da raia no fundo da piscina continua sendo fundamental.

Se você costuma treinar à noite considere iluminar a piscina. Ou pelo menos a raia.

Joana Coccarelli
Joana Coccarelli
Joana Coccarelli é jornalista com foco em design, arquitetura, paisagismo, cultura e consumo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ARTIGOS RELACIONADOS
- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments